top of page
  • Foto do escritorGaia Vet

5 fatos que mostram que seu veterinário de estimação pode estar desatualizado

1. Diz que cachorro e gato só pode comer ração

Já está mais que comprovado que se alimentar com alimentos ultraprocessados é prejudicial à saúde e diminui expectativa de vida de onívoros como nós e CARNÍVOROS como cães e gatos.

Manter a opinião de que caes e gatos não podem comer alimentos naturais é estar parado no tempo.


2. Indica a aplicação da vacina múltipla anualmente

Os estudos que permeiam o GUIDELINE da Associação mundial de pequenos animais estão disponíveis desde 2013 e tem passados por constantes atualizações. Ainda assim a maior parte da classe veterinária continua indicando que vacinemos cães e gatos anualmente com as vacinas polivalentes e indicando vacinas sem comprovação científica suficiente como a vacina para giardíase.


3. Indica vermifugação preventiva regularmente

Vermifugo é TRATAMENTO. Fazer vermífugo a cada 3 meses é inferir que nossos pets estão com verme a cada 3 meses, o que não é verdade. Vermífugo deve ser feito com exame coproparasitológico positivo ou na presença de vermes VISÍVEIS nas fezes.


4. Indica castração para todos os cães sem pensar no contexto familiar em que esse cão está inserido.

Já existem consensos e artigos a cerca dos benefícios e malefícios da castração. Achar que todos os cães devem ser castrados, principalmente DE FORMA PRECOCE, indica um pensamento amarrado, que pensa somente num lado da história. Para controle populacional temos ferramentas pouquíssimo utilizadas no Brasil como vasectomia e castração poupadora de ovários (histerectomia). Que podem ser feitos analisando a família que esse pet está inserido.


5. Usa álcool na hora de aplicar a vacina


Uma coisa simples e bem menos polêmica mas que mostra que há uma repetição de padrão sem estudo: o uso de álcool antes da aplicação da vacina pode inativar os componentes da mesma, diminuindo a eficácia da vacinação.



Importante frisar que o intuito desse post não é desvalorizar a classe veterinária e sim fazer um reflexão a cerca da repetição de padrões e falta de atualização, que pode expor nossos pets a riscos desnecessários.


Todos esses itens tem embasamento em estudos atualizados e de alta relevância científica, a começar pelo estudo fisiológico das espécies.


Se você identifica 1 ou mais fatos no modo como seu (sua) vet de confiança atua, sugiro que converse abertamente com ele (ela) sobre esses itens e caso seja uma pessoa completamente fechada… bom, deixo a decisão com você.


Seguem abaixo os links com referências para o que citamos nesse texto.


https://wsava.org/wp-content/uploads/2020/08/Recommendations-on-vaccination-for-Latin-American-small-animal-practitioners-Portuguese.pdf


https://doi.org/10.3389/fvets.2020.00388


https://thelittlecarnivore.com/en/blog/how-to-help-your-overweight-obese-cat-lose-weight-diet


Artigos:





RT: Joana Barros Santos

Médica Veterinária

CRMV-DF 3203

117 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

留言


bottom of page